A Comunicação de férias

guess what Comunicação, Digital 18 Abril, 2016

Antes da utilização das redes sociais, qualquer período mais longo de férias ou até mesmo em trabalho fora do País, com o natural distanciamento de praticamente qualquer notícia sobre o nosso rectângulo, causava uma sensação de perda de… alguma coisa. No período de apenas uma semana, por exemplo, há sempre algum acontecimento importante que o País inteiro sabe antes de nós e que parece partilhar, excluindo-nos automaticamente de conversas banais, de café ou até de elevador.

Com a chegada das redes sociais, se realmente queremos estar de férias e sem acesso ao telemóvel ou até se a rede disponível não nos permite esse acesso, a “situação” é ainda mais grave. Todos os dias somos bombardeados com informação: notícias, imagens, vídeos, estudos, tendências, novidades, correntes de tudo e mais alguma coisa ou apenas posts a oferecer bofetadas. Há de tudo e a toda a hora. O “vício” de estar informado, ou actualizado, é tão grande que basta passar um dia sem acesso a coisa nenhuma para nos sentirmos completamente afastados da realidade. Não que isso seja necessariamente negativo… mas a verdade é que incomoda. E incomoda ainda mais quando o nosso trabalho é… comunicação!

 

@Sara Martinho, Senior Communication Consultant