Publicidade

Dia do Pai e…

guess what Comunicação, Eventos, Publicidade 19 Março, 2018

..aqui fica um ‘cheirinho’ de boas campanhas que se fazem lá fora neste dia. Campanhas cheias de emoção, como pede o dia 19 de março.

#1 – DOVE

A Dove nunca desilude. Aqui vemos as reações dos ‘futuros pais’ quando descobrem, pela primeira vez, que vão educar um novo ser humano. O vídeo está enquadrado numa campanha da Dove #RealStrength, que teve como objetivo mostrar o lado mais emocional e carinhoso dos homens, muitas vezes escondido.

Ler Mais

37 dias para o Natal e…

guess what Publicidade 17 Novembro, 2017

já fomos invadidos pelo espírito natalício!

No mundo da comunicação o Natal já começou há algum tempo, com a preparação de campanhas e estratégias para a época festiva.

Agora começa a “corrida” para a melhor campanha: Qual criará uma ligação emocional com as pessoas? Qual a que trará mais resultados? Qual será a campanha 360º mais inovadora?

Deixo aqui um top 10 internacional com marcas como Marks & Spencer, Mc’Donalds, ALdi, entre outras. E ainda algumas campanhas, transmitidas em Portugal, que podem ser “a campanha” de 2017.

Aguardemos pelo fim do Natal! HO HO HO!

37 dias para o Natal...

@Mariana Zoio, Digital Consultant

I see cats everywhere!

guess what Comunicação, Publicidade 16 Setembro, 2016

Se há 20 anos nos dissessem que a Internet ia ser dominada por… gatinhos, certamente não acreditaríamos. Quem nunca perdeu minutos do seu a dia a ver um vídeo de gatinhos, que lance a primeira… sardinha!

E depois de conquistarem a Internet, os felinos invadiram a estação de metro londrina Clapham Common, mas por uma boa causa. Nas próximas semanas, os placards de publicidade da estação vão ter apenas imagens de gatos. Trata-se de uma campanha com o objetivo de angariar dinheiro para acabar com a publicidade (excessiva) na estação, e já conseguiu angariar 23 mil euros, o que equivale ao desaparecimento de pelo menos 68 placards de publicidade. Os protagonistas das fotos são gatos que estão para adoção em duas associações (Battersea Dogs & Cats Home, Cats Protection), que se aliaram a esta iniciativa com a esperança que esta campanha ajude a encontrar um lar para os seus felinos. O cérebro por trás desta ideia é Glimpse, um grupo de pessoas com um objetivo simples: usar a criatividade para o bem, e que pretendem através desta iniciativa mostrar um mundo “em que as pessoas se sintam bem nos espaços públicos”. “Em vez de pedirmos para comprar alguma coisa, nós estamos a pedir que pensem no que é realmente importante na vida. Podem não ser gatos, mas provavelmente é algo que não pode ser encontrado nas lojas”, um projeto intitulado “Citizens Advertising Takeover Service”, ou CATS.

Mas este não é a primeira vez que um grupo de cidadãos se manifesta contra a publicidade nas ruas, o semelhante já aconteceu em ParisMelbourneTeerãoTorontoNova Iorque. Será que estamos fartos de tanta publicidade? O facto de podermos pagar por um serviço sem publicidade, como o Spotify e Netflix,  é outro sinal de mudança.

@Tânia Espinheira, Creative & Designer Consultant

A história atrás do Nome

guess what Publicidade 23 Março, 2015

Alguma vez já parou para pensar porque motivo uma sereia é o símbolo de uma loja de cafés? ou porque maçã é o nome de uma empresa de tecnologias?

O nome de uma empresa é a sua identidade, é o que a define, e por detrás há uma história, uma inspiração, há um trabalho cuidado e nada é ao acaso, por mais estranho que o nome nos possa parecer.

Por exemplo:

Starbucks: Starbuck é uma personagem do romance Moby-Dick, e o nome evoca o romance de alto mar e a tradição marítima dos comerciantes de café.

Lego: Ao contrário do que se pensa, não significa “pequenas peças de tortura para pisar”, mas a combinação das palavras dinamarquesa “leg godt “, que significa ” brincar bem”. Lego também significa “Eu coloquei” em latim, mas a empresa afirma que é apenas uma coincidência.

Google: O nome era originalmente um erro ortográfico involuntário do número googol e porque google.com não estava registado. Googol é pronunciado da mesma forma e é o número 1 seguido de 100 zeros. Reflecte a missão da empresa de organizar a imensa quantidade de informação disponível online.

Facebook: O nome deriva do nome do livro que recém alunos recebiam no inicio no ano lectivo, nas universidades americanas, com o intuito de ajudar os estudantes a conhecerem-se melhor uns aos outros.

Apple: Existem várias teorias desde a referencia bíblica (adão e eva) a Issac Newton, mas a explicação é bem mais simples, maçã era a fruta favorita de Steve Jobs.

Conheça aqui mais histórias de outras marcas tão conhecidas.

@Tânia EspinheiraCreative & Designer Consultant

O dia em que as bruxas saem à rua

guess what Comunicação, Publicidade 31 Outubro, 2013

Happy Halloween!

Apesar de ser um evento tradicional e cultural que acontece principalmente em países de língua inglesa, tem vindo a ganhar bastante destaque por terras lusitanas.

Sendo impossível ficar indiferente neste dia às bruxas, abóboras e monstros assustadores… aqui fica uma pequena lista de alguns dos melhores anúncios especiais Halloween.

 

Ambrósio… apetecia-me mudar algo

guess what Comunicação, Publicidade 1 Outubro, 2013

Em fórmula de sucesso, a regra era não mexer. Entretanto, os públicos tornaram-se cada vez mais críticos e exigentes, a concorrência aumentou e a criatividade, própria da competição saudável, passou a ser imperativa. Mudar algo que já resulta ilustra, quase sempre, um pedido de atenção das marcas, quer para frisarem novas mensagens e posicionamentos, quer para se sobreporem às restantes.

“Ambrósio apetecia-me tomar algo”, já não é apenas uma frase Ferrero Rocher. É uma frase de todos os que cresceram a ouvi-la. De toda essa geração que já conhece, consome e é fã. Os irmãos mais novos, os sobrinhos que agora aparecem ou os filhos ainda bebés não sabem do bigode branco do Ambrósio, nem nunca viram a senhora vestida de amarelo brilhante. No mundo em que nascem, as limusines são coisa de cantor de rap e ninguém usa grandes chapéus com abas. O anúncio já não é para eles. É um “clássico”. E quando esse é o argumento da defesa, em plena era de globalização, pode fazer sentido que algo mude.

Dizem que a nova publicidade já não tem motorista. Ainda se sabe muito pouco: tem dedo português – Frederico Oliveira, vencedor do concurso que a marca abriu – e mantém o dourado nas vestimentas. Para já, podemos apenas aguardar pelas próximas semanas para conhecer o resultado, que chega em primeiro lugar à Alemanha; e esperar por reações positivas de todos aqueles que ainda chamam ‘Ambrósio’ ao amigo que se senta no lugar do condutor, ou que fantasiam com o elevador dos chocolates, que sai no meio do carro. Que a Ferrero apoie a transição com um bom plano de comunicação que a ajude a sustentar. Caso contrário, não há publicidade que lhe valha.

Ópera de Verdi em publicidade AXE

guess what Comunicação, Digital, Publicidade 4 Setembro, 2013

Depois de Pavarotti e Bocelli, entre tantos outros tenores, chegou a vez da AXE celebrar a volatilidade feminina para lançar um novo produto: AXE Random. A campanha faz todo o sentido na estratégia de adoração da mulher que já é conhecida na comunicação da marca, mas será que as mulheres ficam felizes com esta “adoração” do feminino? Bom, a ideia não será certamente que fiquem ou deixem de ficar – afinal, AXE é coisa de homem.

La Donna è Mobili by AXE, a ver aqui.

Uma letra ou algo mais?

guess what Design, Publicidade 12 Julho, 2013

Nesta época de férias, as campanhas de sensibilização para condutores multiplicam-se, e hoje as marcas de automóveis estão cada vez mais sensibilizadas e preocupadas com os seus condutores.

Além de “ se conduzir, não beba”, é importante relembrar que se conduzir, não mexa no telemóvel.

Várias campanhas têm surgido, e muitas chocantes, mas a Fiat apresenta uma subtil e brilhante, assinada pela Leo Burnet Brasil.

A Fiat explica que ao escrever sms enquanto conduz, não vê as coisas mais importantes.

E você, o que vê? A letra ou algo mais?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“You either see the letter or the girl. Don’t text and drive.”

“You either see the letter or the dog. Don’t text and drive.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“You either see the letter or the bus. Don’t text and drive.”

Publicitário português premiado em Cannes

guess what Publicidade 27 Junho, 2013

Portugal continua a dar cartas além fronteiras e a deixar-nos orgulhosos dos talentos nacionais. Hugo Veiga, publicitário português de 33 anos a trabalhar na Ogilvy Brasil desde 2009, foi premiado no Festival de Cannes, com o Grande Prémio Titânio, a maior de todas as categorias. A campanha Dove Real Beauty Sketches valeu ao profissional um recorde nunca antes visto, ao receber 22 Leões.

A campanha mais vista de sempre no Youtube explora a forma como as mulheres vêem a sua própria beleza em comparação com o que os outros vêem. O filme publicitário que abanou as redes sociais veio provar às mulheres que estavam erradas na forma de serem tão autocríticas com a sua beleza.

Segundo a marca de cosméticos americana, a beleza deve ser uma fonte de confiança e não de ansiedade. Apenas 4 por cento das mulheres se considera bonita. Uma percentagem muito reduzida que merece ser contrariada. Este vídeo assume-se assim como um importante veículo para elevar a auto-estima feminina e travar a forma severa como a mulher encara a sua imagem.