Crie conteúdos para gerar vendas

Guess What Comunicação 19 Novembro, 2018

O advento da internet, e mais concretamente das redes sociais, faz com que cada um tenha uma voz pública, podendo chegar a qualquer canto do mundo. No caso das empresas o potencial ou alcance é o mesmo mas nestas a preocupação com a sua presença online deverá ser gerar negócio e não somente cliques ou likes.

É por isso importante que procure criar conteúdos de valor, consistentes e regulares para captar o interesse da sua audiência (potenciais clientes) e os leve a realizar uma ação comercial. Não escolha o caminho fácil de criar conteúdos à toa, “disparando” para todos os lados, sem qualquer tipo de critério. Procure primeiro saber as necessidades e desejos do seu público-alvo para depois desenvolver uma oferta de conteúdo que vá ao encontro destes. Olhe que o tempo é um bem precioso e por isso deve aplicá-lo da melhor forma.

 

O conteúdo é útil em qualquer negócio e uma forma extraordinária para dar a conhecer novos produtos ou serviços, sensibilizar para determinada temática ou desenvolver uma relação com os clientes com ganhos ao nível da relevância e fidelidade. É importante ter presente que por detrás de uma estratégia de conteúdo, deverá existir sempre uma estratégia de marca com um objetivo a atingir.

 

Já pensou que instrumentos como, por exemplo, website, redes sociais, SEO, ou email marketing, apenas para citar alguns, são baseados em conteúdos?! Por isso, todos eles devem ser estruturados com rigor e conhecimento para que possam ter efeito e gerar retorno efetivo.

 

Na atual sociedade global e conectada não vale a pena forçar ou impingir produtos ou serviços que as pessoas não querem. Tente antes procurar saber o que desejam para depois ajustar a sua oferta e ir ao encontro destas pretensões. Não tenha receio em interagir ou dialogar com o seu público. Não irá certamente apenas receber elogios mas este contacto será fundamental para identificar erros que até aí passavam despercebidos ou mesmo descobrir oportunidades valiosas.

 

Seja realista e interiorize que os indivíduos são por natureza seres egoístas e estão-se nas tintas para as marcas. Assuma que a relação é meramente interesseira, uma vez que as pessoas apenas procuram satisfazer as suas necessidades e objetivos de vida com os bens e serviços adquiridos no dia-a-dia.

 

Cabe-lhe a si, enquanto empreendedor ou gestor, demonstrar que quer ter um papel relevante junto dos consumidores e por isso está disposto a dar o que eles desejam. Preserve então este comportamento ao longo de toda a jornada do cliente para que o seu relacionamento seja bastante profícuo e duradouro.

Renato Póvoas, Managing Partner