Os portugueses e a saúde na Web

guess what Comunicação 2 Dezembro, 2008

De acordo com os dados divulgados hoje pela agência Lusa, “os portugueses que acedem à Internet a nível particular fazem-no sobretudo em busca de informação sobre saúde”. Os resultados apresentados pelo Eurostat deixam, por um lado, transparecer um distanciamento nos tópicos que mais interessam os cibernautas nacionais face à média europeia (por exemplo, em média na UE 32% dos utilizadores de Internet fazem reservas online de viagens, face a 12% em Portugal).

Por outro lado, estes dados relembram-nos a importância da credibilidade das fontes de informação na Net, sobretudo numa área tão sensível. Esta parece-me uma oportunidade para as empresas do sector da saúde em Portugal. Conhecimento de causa, credibilidade científica e informação validada por estudos clínicos são algumas das mais-valias que têm do seu lado. E embora existam já alguns casos de sucesso parece-me que esta é ainda uma área com grande potencial de crescimento no nosso país. Ganha a qualidade da informação on-line e ganham todos os que a ela recorrem.