Para reflectir

Guess What Comunicação 18 Abril, 2010

Carlos Moreira da Silva

O típico português é invejoso, mesquinho e excessivamente passivo. Muitas das vezes vive mais a vida dos outros do que a sua própria vida. Regozija-se quando o companheiro tropeça e atribui à sorte o sucesso deste. Parecem-me assim muito interessantes as declarações de Carlos Moreira da Silva, “Empreendedor do Ano”, feitas esta semana ao Jornal de Negócios:

» “Empreendedores não devem ter medo de falhar”;

» “Devemos fazer o reset do ADN das nossas crianças, de forma a incentivá-las a correr riscos e aceitarem os insucessos, pois quem não estiver preparado para ter insucessos não consegue arriscar”;

» “É fundamental inovar. Não chega copiar. Copiar não é mau, não é negativo, mas não é suficiente”;

» “Uma coisa que é muito dramática na sociedade portuguesa é que existe muita inveja em relação ao sucesso e muita falta de aceitação quanto ao insucesso”;

» Conselho para os jovens empreendedores: “Não ter medo de falhar e ver o mundo”;

» “A comodidade não é um valor”.