marketing político

Chavez e como fazer a revolução no Twitter

guess what Comunicação, Relações Públicas 10 Maio, 2010

chavez

Depois de ter rotulado o Twitter como uma “ferramenta de terror”, o Presidente da Venezuela, Hugo Chavez, criou uma certified account nesta rede e contratou quase 200 pessoas para responder às mensagens dos seus seguidores. O líder venezuelano parece estar verdadeiramente empenhado numa missão de engagement com aqueles que seguem os seus passos online.

A esta data, Hugo Chavez conta com 262 815 seguidores e está referenciado em mais de 8400 listas. A ferramenta de terror é agora uma “arma para a revolução”!

Marketing Autárquico Parte II

Guess What Comunicação 21 Novembro, 2008

As autarquias necessitam de ser mais competitivas, dinâmicas, inovadoras e criativas. Só assim se conseguirão diferenciar e obter uma sustentabilidade económica consolidada. Terão de implementar e promover as suas actividades, envolvendo todos os seus targets, desde as suas populações à comunicação social. Todas as autarquias, pequenas ou grandes, possuem vantagens competitivas e elementos diferenciadores, basta identificá-los e rentabilizá-los.

Cada autarquia terá de ser trabalhada como uma marca, potenciá-la ao máximo, no sentido de incrementar a sua notoriedade e reputação, gerando assim valor público. Esta mudança tornará as instituições mais comerciais mas com outra “folga” financeira que permitirá desenvolver projectos de elevado interesse para os cidadãos. O sector privado é um importante player nesta estratégia que terá de ser estimulado e alimentado. Este é um bom exemplo de uma iniciativa win-win para os diversos parceiros envolvidos, mas ao que parece até agora mal fundamentada ou explicada.

Por fim, deixo-lhe aqui as principais fases para a implementação de um Plano Estratégico de Marketing Autárquico (PEMA) consistente:

1- Diagnóstico do local

2 – Análise SWOT

3 – Definição de objectivos

4 – Elaboração da estratégia

5 – Plano de acção e respectiva implementação

6 – Avaliação

Trata-se de uma mudança de mentalidades e um desafio para todos mas que certamente irá valer a pena!

Marketing Autárquico – Parte I

Guess What Comunicação 20 Novembro, 2008

Embora muitos dos nossos autarcas se recusem a admitir que esta expressão faz parte do seu léxico, pela sua suposta conotação negativa, existem já alguns que percepcionam as mais-valias da implementação de um coerente Plano Estratégico de Marketing Autárquico (PEMA). Mas ainda existe muito a fazer…

Hoje em dia todas as autarquias, sem excepção, vivem sérias dificuldades financeiras. Seja pelos cortes orçamentais do Governo Central, ou pelo desinvestimento privado ou até mesmo pela migração das populações. São múltiplas as razões que têm levado a uma diminuição das receitas dos municípios. Qual o caminho então a seguir?

Claramente uma aposta séria e real na definição e implementação de um Plano de Marketing que corresponda às necessidades dos seus públicos-alvo: munícipes, empresas, turistas, comunicação social, entre outros. O tradicional paradigma de gestão municipal está ultrapassado. As autarquias terão de se modernizar e apostar em novos modelos e estruturas. Eu defendo mesmo um modelo empresarial para as autarquias, onde seria integrado um departamento de marketing responsável por detectar as oportunidades e reduzir as ameaças. Isto deverá ser, em primeiro lugar, percepcionado pelos autarcas como um investimento e não como um custo. Depois, será fundamental comunicar, de forma clara e correcta, aos cidadãos os reflexos positivos nas suas vidas da aplicação dessa estratégia.

Amanhã, concluirei a minha posição.