Há uns dias fui convidada a participar no podcast 30 minutos com RP”, organizado e protagonizado por alunos da Escola Superior de Comunicação Social. Nessa simpática conversa, em ambiente de estúdio de rádio, perguntaram-me qual é a fórmula para ter sucesso no mundo das relações públicas e em agência de comunicação. Eu, de forma muito espontânea, respondi que para ter sucesso é preciso saber equilibrar a vida pessoal com a vida profissional, em nome da nossa saúde mental e emocional. Também é preciso trabalhar muito e bem, atenta no detalhe, mas para isso acontecer é importante saber parar, desligar do e-mail, das chamadas e mensagens profissionais fora de horas ou em período de férias, olhar para nós próprios e ter tempo para as pessoas e para as atividades que mais gostamos. 

“Um estado de bem-estar no qual um indivíduo percebe as suas próprias habilidades e potencial, consegue lidar com o stress diário, consegue trabalhar de forma produtiva e frutífera, sendo capaz de contribuir para sua comunidade”. É assim que a Organização Mundial da Saúde define o termo SAÚDE MENTAL, o que faz todo o sentido quando me recordo da resposta que dei, pois se não estivermos bem mentalmente, não conseguimos trabalhar de forma eficaz e resolver os problemas diários, nem ser um contributo para a sociedade onde estamos inseridos. Não somos bons para nós, nem para ninguém. 

Felizmente, são cada vez mais as empresas que olham para a saúde mental dos colaboradores como uma prioridade. E é assim que tem de ser! Contudo, também cabe a cada um de nós, de forma individual, ter bem assente a premissa de que o equilíbrio a favor da saúde mental deve estar na base de tudo o que fazemos.  

Nem a propósito, na semana passada, a Vodafone lançou a sua habitual campanha de Natal. A campanha, materializada em vários vídeos, fala exatamente sobre o mesmo tema: sobre a importância da nossa saúde mental, seja em que idade for, e sobre o pedir ajuda a um amigo, familiar, profissional de saúde ou até desconhecido, partilhando o que sentimos quando não estamos bem. 

Deixo aqui o vídeo principal da campanha da Vodafone!

E deixo ainda os votos de um Natal feliz, em paz. Que este momento nos permita a todos refletir sobre quem somos a nível profissional e pessoal e que isso nos faça estar bem connosco. E não se esqueçam: promovam o equilíbrio profissional e pessoal e partilhem o que estão a sentir, quando necessário e quando percebem que algo está a falhar. 

Vanessa Rolim, Communication Consultant

Partilhe
Translate