A falsidade das Redes Sociais

Guess What Comunicação, Digital 14 Novembro, 2019

Embora atual, este tema já não é recente e tem sido alvo de discussão nos últimos tempos. Todos sabemos que nesta Era Digital, as redes sociais assumiram um papel gigantesco nas nossas vidas, no nosso dia-a-dia e até nas escolhas que fazemos. 

Afinal, quem é que, nos dias de hoje, não tem uma vida perfeita? Bem, pelo que vejo no Instagram, toda a gente.

É um facto que as plataformas digitais, como o Facebook e o Instagram, têm bastantes benefícios. Por exemplo, todos sabemos que as redes sociais facilitam a comunicação, permitem conhecer novas pessoas ou ficar a par de situações que merecem a nossa atenção, seja uma nova tendência ou um assunto mais sério.

No entanto, para além da falta de privacidade, sinto que dois dos grandes problemas que esta nova realidade digital implica são a falsidade e o materialismo. Basta abrir o Instagram para perceber que toda a gente está feliz, com um corpo perfeito, de férias, a viajar para lugares exóticos ou para grandes cidades, nas melhores festas ou a jantar nos melhores restaurantes. E, na minha opinião, as influencers vieram piorar este panorama. 

Isto é um assunto sério que pode levar a obsessões e depressões, principalmente junto dos mais novos ou daqueles que se sentem infelizes com o que têm. Aliás, até uma pessoa, com uma vida dita “normal” se pode sentir revoltada com estas situações. Porém, é importante perceber que tudo o que vemos nas redes sociais é apenas um fragmento de uma realidade, seja essa qual for. 

Eu entendo que ninguém ou, pelo menos, quase ninguém queira registar um momento no qual se sente infeliz ou aborrecido. Eu também não o faria. Mas considero que a perfeição que se “vende” no digital é, muitas vezes, prejudicial para a autoestima dos espetadores, acabando por distorcer a realidade.

Não quero, de todo, que fiquem com ideia de que odeio a Era Digital e as redes sociais. Aliás, muito pelo contrário. Eu adoro a praticidade que o digital trouxe à nossa vida e sou fã das redes sociais, utilizo-as todos os dias e até chego a passar mais tempo do que gostaria nestas plataformas. Considero que são ferramentas espantosas. No entanto, não consigo deixar de criticar alguns dos seus aspetos mais negativos que me incomodam.

Isabel Almeida, Junior Content Producer & Community Manager