O lado mais solidário da pandemia

Guess What Comentário à Atualidade 18 Fevereiro, 2021

Estamos muito perto de assinalar um ano de pandemia em Portugal e os tempos vividos têm sido duros e difíceis, tanto para empresas como para muitas famílias portuguesas. Contudo, é também nestas alturas que se destacam empresas e pessoas que têm o sentido de missão em contribuir, de uma forma positiva, para a sociedade.

Por isso, neste artigo, pretendo destacar algumas ações de solidariedade social que surgiram durante este tempo de pandemia. Sabemos que a união faz a força e, se todos contribuirmos um pouco, será sempre possível chegar mais longe!

  • Missão Continente

A Missão Continente desenvolveu um saco de compras solidário cujas vendas revertem a favor da Cruz Vermelha Portuguesa. Desta forma, o valor angariado será utilizado para aumentar a equipa que gere os pedidos de apoio que chegam diariamente, já que a capacidade de resposta da instituição tem um impacto direto na quantidade de portugueses apoiados. 

  • Movimento Lugar à Mesa

Criado pelo Grupo Nabeiro-Delta Cafés, o Movimento Lugar à Mesa surge para minimizar as dificuldades de duas esferas da nossa sociedade: as famílias afetadas pela pandemia e o setor da restauração. Assim, no mesmo projeto, criou-se um círculo virtuoso que beneficia as famílias em dificuldade e, em simultâneo, cria um impacto positivo na atividade dos muitos restaurantes que se veem agora sem clientes.

  • Programa EDP Solidária

A Fundação EDP, no âmbito do Programa EDP Solidária, vai apoiar a capacitação digital do ensino nacional, doando um milhão de euros em computadores para as escolas públicas. O conjunto de escolas e respetivos alunos que vão receber estes equipamentos foram identificados em conjunto com o Ministério da Educação e fazem parte do Programa TEIP – Territórios Educativos de Intervenção Prioritária, estando, por isso, localizados em territórios económica e socialmente desfavorecidos, marcados pela pobreza e exclusão social.

  • Iniciativa “Servir Heróis”

A Betano Portugal e a Associação Nacional de Restaurantes lançaram, em conjunto, a iniciativa Servir Heróis. Contando com a contribuição de vários restaurantes nas zonas de Braga, Coimbra, Lisboa e Porto, o grande objetivo desta iniciativa é preparar refeições quentes a serem entregues em seis hospitais do País, de modo a apoiar os profissionais de saúde que estão a combater a pandemia de COVID-19.

  • Iniciativa “Dar Algum Conforto”

Lançado pela A Terra do Sempre, em Grândola, “Dar Algum Conforto” é o mote da iniciativa que quer retribuir e agradecer aos profissionais de saúde que se encontram “na linha da frente” contra a COVID-19. Até agora, já fazem parte da iniciativa mais de duas dezenas de unidades hoteleiras, a que se juntam alguns restaurantes e empresas de atividades.

  • Doações às Estruturas de Apoio COVID-19 do Norte de Portugal

A Mercadona continua a apoiar as Estruturas de Apoio de Retaguarda COVID-19 do Norte do País, fazendo doações de produtos essenciais para o seu bom funcionamento. Esta ação insere-se no Plano de Responsabilidade Social da cadeia de supermercados que, em 2020, doou mais de 1.200 toneladas de produtos a diversas instituições, combatendo esta situação de crise e contribuindo para alimentar milhares de famílias carenciadas.

No fim, várias empresas e pessoas uniram-se para diminuir as dificuldades que se acentuaram neste período. Muitas vezes, não sendo possível apoiar todos, apoiar quem se consegue é, de facto, um ato humanitário.

​Joana Borges, Healthcare Division Manager