Será que o Ambiente de Trabalho é Assim Tão Importante?

O ambiente de trabalho pode ter um impacto direto na produtividade, saúde, conforto, concentração e motivação dos colaboradores dentro de uma empresa. E, apesar de os aspetos físicos serem fatores importantes no ambiente de trabalho, esta temática vai muito além do físico.

A realidade é que, após a pandemia, houve um grande número de pessoas que se despediu por estar infeliz no trabalho. Mas porquê? Bem, entre as principais razões estão o ambiente de trabalho negativo e a falta de apoio da equipa.

Atualmente, as pessoas procuram cada vez mais empregos que as preencham e onde se sintam bem e apoiadas, pois, se pensarmos, o emprego é a nossa segunda casa. 

Um fenómeno que também está a acontecer nas gerações mais jovens é o chamado “Job Hopping” (Saltar de Emprego), onde as pessoas mudam de trabalho com frequência e de forma voluntária. Os jovens estão cada vez mais a mostrar sinais de esgotamento das relações tradicionais de trabalho e, por isso, procuram empregos onde possam crescer enquanto profissionais, mas também onde possam ser acompanhados por equipas dinâmicas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os ambientes de trabalho negativos e stressantes estão associados à ansiedade e depressão, podendo conduzir a um esgotamento, dificuldade em adormecer e problemas de concentração.

Por outro lado, um ambiente de trabalho positivo aumenta a produtividade e o desempenho dos colaboradores, como ainda dá boas perspetivas para a evolução da própria empresa. Segundo uma pesquisa da Great Place To Work, o bom ambiente de trabalho pode aumentar os lucros de uma empresa até 7%.

Infelizmente, nem todas as pessoas têm a sorte de ter um ambiente de trabalho saudável e, por isso, são muitas aquelas que sentem infelizes.

Na minha ótica, são várias as empresas que precisam de transformar a forma como olham para os seus colaboradores e pensar em medidas diferentes para melhorar o ambiente de trabalho, de modo a criar um espaço dinâmico e onde as pessoas se sintam apoiadas e motivadas.

Rita Moreira, Communication Consultant

Partilhe
Translate